Futebol - ( - Atualizado )

Guilherme espera por mais chances com mentor Autuori

Belo Horizonte (MG)

Assim como Paulo Autuori, Guilherme também defendeu as cores do Cruzeiro antes de acertar com o rival Atlético-MG e espera dias melhores na Cidade do Galo após a saída de Cuca para o futebol chinês. O atacante foi reserva sob o comando do antigo treinador, enquanto o novo técnico já mostrou ter confiança em seu futebol ao lançá-lo no time profissional da Raposa em 2007.

“Fico feliz por voltar a trabalhar com o Autuori. Foi o treinador que me subiu da base, me deu a primeira oportunidade como profissional e me colocou como titular. Fui muito bem com ele e isso me motiva muito, principalmente por ser um profissional de caráter e uma pessoa fácil de lidar”, celebrou o jogador, que deixou o Cruzeiro para defender o Dínamo de Kiev antes de se tornar atleticano.

Com Cuca, Guilherme foi utilizado como centroavante, atuou aberto pela direita e até na armação das jogadas, sempre manifestando certa insatisfação por não brigar por uma vaga entre os titulares. Decisivo na semifinal da Copa Libertadores da América, o atacante esperava ganhar mais chances com a venda de Bernard e a lesão de Ronaldinho Gaúcho, mas seguiu em segundo plano e conviveu com lesões.

O ambiente renovado após a perda do Mundial de Clubes e a troca de comando dá esperanças a Guilherme, principalmente pela presença de Paulo Autuoril. A intenção do ex-cruzeirense é retribuir a confiança depositada pelo técnico no passado: “Espero que possa contribuir nesse novo desafio para que ele consiga alcançar os objetivos que quer impor dentro do clube”.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade