Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Ídolo da Lusa, Ivair se indigna com rebaixamento e critica diretoria

São Paulo (SP)

Ídolo da Portuguesa, Ivair se manifestou com indignação em relação à decisão do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) que rebaixou seu time pela perda de quatro pontos devido à escalação irregular de Héverton na última rodada. O ex-atacante chamado de Príncipe, porém, não poupa a diretoria pelo erro que, por enquanto, tira o clube da primeira divisão do Campeonato Brasileiro.

“Se de um lado eu não concordo com a decisão do tribunal, também não posso negar que a Portuguesa não é mais a mesma de outras épocas. Temos muitos problemas administrativos que culminaram em inúmeros descensos nos últimos tanto no Campeonato Paulista quanto no Campeonato Brasileiro. A Lusa precisa se reestruturar urgentemente”, cobrou o ex-jogador, revelado e idolatrado no Canindé nos anos 1960.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Ex-atacante chamado de Príncipe sente que "pouco importa o resultado nas quatro linhas"
“Estou extremamente chateado e indignado com o que estou acabando de presenciar. Não é pelo simples fato de ter marcado história com a camisa da Portuguesa, mas pela dignidade do futebol brasileiro. Esta decisão deixa a entender que pouco importa o resultado conquistado dentro das quatro linhas, até por que existem outros mecanismos para ganhar o jogo”, lamentou.

À diretoria, Ivair, hoje com 68 anos e também com passagens por clubes como Corinthians e Fluminense, pede que sejam retomados os investimentos nas categorias de base. O ex-atacante gostaria de jogadores mais identificados com a Lusa.

“Simplesmente deixaram de investir na ‘galinha dos ovos de ouro’ que são as categorias de base. A Portuguesa não revela mais jogadores que possam servir ao próprio clube. Essa política tem de ser alterada para que possamos revelar atletas do quilate de um Rodrigo Fabri, Zé Roberto e tantos outros”, lembrou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade