Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Jogador irregular pode rebaixar a Portuguesa no lugar do Fluminense

São Paulo (SP)

A Portuguesa poderá perder o seu lugar na Série A do Campeonato Brasileiro de 2014 para o Fluminense. O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) analisa uma suposta escalação irregular do meia lusitano Héverton, na última rodada desta temporada, o que tiraria quatro pontos do clube paulista.

De acordo com Paulo Schmitt, procurador do STJD, a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já comunicou o tribunal a respeito do problema. A denúncia contra a Portuguesa deverá ser formalizada nesta quarta-feira.

Punido com dois jogos de suspensão na sexta-feira (já havia cumprido um, na vitória por 2 a 0 sobre a Ponte Preta), Héverton entrou em campo aos 32 minutos do segundo tempo da partida contra o Grêmio, no domingo. O confronto disputado no Canindé terminou empatado sem gols.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Utilização do meia Héverton na última rodada do Campeonato Brasileiro pode fazer a Lusa ser rebaixada
O caso se enquadra no artigo 214 do Código Brasileiro de Justiça Desportiva (CBJD) – “incluir na equipe, ou fazer constar na súmula ou documento equivalente, atleta em situação irregular para participar da partida” –, que prevê perda do número de máximos de pontos de uma partida (três), além daquele conquistado no jogo. Ainda há risco de multa de R$ 100 a R$ 100.000.

Dessa forma, a Portuguesa perderia quatro pontos (três, em função do erro, e mais um do empate com o Grêmio), passando a totalizar 44 na tabela de classificação do Campeonato Brasileiro, se for considerada culpada. O Fluminense acabou rebaixado com 46.

O Flamengo também pode ser penalizado. No caso do time carioca, a perda de quatro pontos (um pelo empate contra o Cruzeiro e três pelo erro) seria pela escalação irregular de André Santos na última rodada do Campeonato Brasileiro. Apesar de mexer com a classificação final da competição, o resultado não interferiria nem na zona da Libertadores nem na zona de rebaixamento.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade