Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Joseph Blatter lamenta morte de Nelson Mandela em nota oficial

Zurique (Suíça)

O presidente da Fifa, Joseph Blatter, emitiu uma nota oficial lamentando o falecimento do líder político Nelson Mandela, fato ocorrido no início da noite desta quinta-feira.

“Em rigoroso luto, me despeço de uma personalidade extraordinária, provavelmente um dos maiores humanistas desta era e um querido amigo: Nelson Rolihlahla Mandela.”, declarou o mandatário.

O ex-presidente da África do Sul foi um dos grandes responsáveis por levar a Copa do Mundo de Futebol para seu país, já que via no esporte a força para unir as pessoas.

“Com ele, eu compartilhei a profunda convicção do poder do futebol para unir o ser humano de forma pacífica e amistosa, expressando os valores sociais e educativos como em uma escola da vida. Quando Mandela foi homenageado e aclamado pela multidão em 11 de julho de 2010, no Estádio Soccer City, em Joanesburgo, foi um dos momentos mais emocionantes da minha vida. A Copa do Mundo da África do Sul, para ele, ‘foi um sonho realizado’”, completou Blatter.

Nelson Mandela foi advogado de direitos humanos em sua juventude e lutou contra a segregação racial na África do Sul. Batendo de frente com o interesse de muitos políticos, Mandela acabou preso em 1963, sendo solto apenas em 1990, após grande apelo mundial por sua soltura.

Assumiu a presidência da África do Sul em 1994, sendo o primeiro negro a comandar o país e permaneceu no cargo até 1999. Nos últimos anos, o líder vinha lutando contra alguns problemas de saúde e faleceu aos 95 anos de idade.

AFP
Mandela foi homenageado durante a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade