Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Kalil revela projeto para estádio do Galo e nega retorno ao Mineirão

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Na onda das novas arenas erguidas para a Copa do Mundo, o Atlético-MG começa a pensar na construção de seu próprio estádio. A intenção da diretoria é deixar um projeto encaminhado para o presidente que sucederá Alexandre Kalil em 2015, ano que termina a gestão do atual mandatário do Galo.

Caso o projeto saia do papel, o Atlético-MG será a segunda equipe de Belo Horizonte a ter estádio próprio. O Independência, local onde o clube manda seus jogos com maior frequência, pertence ao América-MG, mas possui parceira com o Atlético-MG através da BWA, empresa que administra o estádio.

O projeto se encontra em fase de estudos e a intenção do clube é não precisar recorrer a dinheiro público na construção do estádio. “É um projeto que está sendo estudado. Claro que não vai ser na minha gestão, mas vamos entregar um estudo bem feito para que o próximo presidente possa fazer sem usar dinheiro público e sem abrir mão de patrimônio nenhum”, disse Kalil.

O mandatário alvinegro disse ainda que o Atlético-MG não tem planos para voltar a usar o Mineirão. Segundo Kalil, o Galo só joga no Gigante da Pampulha se não tiver alternativa. “Este assunto já me encheu o saco. Comigo, aqui, o Atlético-MG só vai jogar lá se for obrigado”, garantiu.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade