Futebol/Brasileiro Série B - ( )

Kardec agradece recepção e elege gol para ídolo Henry se orgulhar

São Paulo (SP)

29 jogos e 14 gols. Estes são os números do centroavante Alan Kardec, do Palmeiras. Emprestado pelo português Benfica até o meio da próxima temporada, o jogador revelou que o goleiro Fernando Prass, o zagueiro Vilson e o meia Felipe Menezes foram importantíssimos em sua readaptação.

“Os reencontros com Prass, Vilson e Felipe ajudaram na minha adaptação. Além disso, o Palmeiras tem um elenco muito bom, jovem, humilde, sem vaidade. A comissão (técnica) também dá uma amizade recíproca. Às vezes é difícil ser tão bem recebido assim por todos”, disse ao site oficial do clube.

Prass e Vilson já haviam trabalhado com o camisa 14 alviverde no Vasco. Já Felipe Menezes veio com ele do Benfica, onde ambos amargavam falta de espaço no time titular – Kardec, inclusive, chegou a pedir para atuar pela equipe B.

Kardec também fez questão de eleger o seu tento mais bonito dentre os 14 anotados no Campeonato Brasileiro Série B. No dia 6 de julho, ele passou por quatro marcadores antes de balançar as redes do São Caetano, em confronto válido pela 13ª rodada.

“Acho que se o Henry visse, ficaria orgulhoso”, brincou, referindo-se ao atleta inglês, um dos seus maiores ídolos. “Foi um gol especial, diferente, acabou saindo depois de uma jogada individual. Fico feliz de ter coroado esse ano com um gol que levarei para a minha vida inteira”, comemorou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade