Futebol/Copa 2014 - ( )

Lucas procura Raí em busca de confiança na convocação para Copa

William Correia São Paulo (SP)

Ao trocar o São Paulo pelo Paris Saint-Germain no início deste ano, Lucas ouviu comparações com Raí, um dos maiores ídolos do Tricolor e que adotou o mesmo caminho em 1992. E foi ao ex-meia que o jogador apelou para ter confiança suficiente na tentativa de ir à Copa do Mundo.

Em conversa recente com o atleta que ficou fora da última convocação da Seleção Brasileira – a penúltima antes da lista final para o Mundial –, Raí mostrou a Lucas sua própria evolução.

“Está voltando agora a fazer bons jogos e gols. Ele tem conquistado a confiança do treinador e dando conta do recado”, comentou o ex-jogador que, na condição de atleta do Paris Saint-Germain, fez parte do Brasil que conquistou a Copa do Mundo em 1994.

Na visão do ex-camisa 10 são-paulino, a oscilação da maior venda da história do clube do Morumbi é normal. “Ele vive uma questão natural de que ninguém é titular em todos os jogos na Europa, principalmente em um time com Ibrahimovic e Cavani, jogadores caros. Existe um revezamento natural.”

No bate-papo com Raí, o ainda jovem atleta demonstrou confiança em voltar a ser lembrado por Luiz Felipe Scolari. O aposentado jogador ressaltou que, nos meses anteriores à convocação decisiva, não faltarão a Lucas oportunidades de mostrar que merece estar no Mundial.

“Ele continua confiante em estar no grupo da Copa do Mundo. Sabe que terá que fazer um grande primeiro semestre, com boas apresentações, ao menos, no três, quatro primeiros meses do ano e tem a Liga dos Campeões também. Se fizer bons jogos, tem chance de estar na Copa”, apostou Raí.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Presente no banco de reservas diversas vezes nesta temporada, Lucas ficou fora da última convocação de Felipão

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade