Futebol/Bastidores - ( )

Mancini fala em alívio e critica falta de contratações no Furacão

Curitiba (PR)

Apesar da surpresa pela demissão no Atlético-PR, Vagner Mancini garante ter respirado aliviado com a decisão da diretoria. Segundo o técnico, os dirigentes apenas assistem ao desmanche no time e não buscam contratações para 2014. Com a disputa da Copa Libertadores da América e o time enfraquecido, o técnico sabe que poderia sair em baixa no próximo ano.

“Todo mundo achava que o Atlético daria sequência ao trabalho. Tinha ficado acertado que a gente voltaria a conversar. Houve um telefonema do presidente (Mário Celso Petraglia), que disse que tinham decidido mudar. Vendo o andamento das coisas, acho que foi até bom. A equipe não conseguiu manter os atletas e nem fez contratações”, acusou à Rádio Brasil.

Além de Mancini, o Furacão já perdeu o meia-atacante Everton para o Flamengo e decidiu não renovar o contrato do ídolo Paulo Baier. O ex-treinador rubro-negro ainda revelou que brigou com Petraglia após o vice-campeonato da Copa do Brasil e que o atrito pode ter influenciado na decisão tomada pelos dirigentes.

A surpresa com a demissão foi tanta, que Mancini já pensava nas conversas sobre um possível aumento após dirigir o time em ótima campanha no Campeonato Brasileiro. “Tive que abrir mão de muita coisa para acertar neste ano, porque tinha que voltar para o mercado. Agora, teríamos alguma discussão, mas acabaríamos chegando a um acerto”, afirmou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade