Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Marcelo Oliveira cobra jogadores por desatenção e erros de finalização

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

Campeão brasileiro por antecipação, o técnico Marcelo Oliveira decidiu escalar uma equipe reserva no duelo deste sábado, contra o Flamengo, no Maracanã, e o empate de 1 a 1 não agradou ao treinador celeste, que cobrou mais atenção dos comandados. O técnico enxergou a Raposa com um número maior de oportunidades claras de gol, mas lamentou os erros de finalização.

“O Cruzeiro criou mais oportunidades, tanto no primeiro tempo quanto no segundo. Cobramos dos jogadores, porque em duas desatenções proporcionamos chances de gol para o Flamengo. Em uma no arremesso lateral que não marcamos, o Paulinho bateu com perigo, e no momento do gol a defesa estava toda bem postada e houve uma desatenção para o que Hernane cabeceasse”, analisou.

Além das desatenções, Marcelo Oliveira acredita que se o Cruzeiro tivesse caprichado mais nas finalizações, poderia ter vencido o duelo no Maracanã. O treinador celeste avalia que a equipe perdeu ao menos três chances claras de balançar as redes, mas entendeu que faltou ritmo de jogo para alguns jogadores que não vinham jogando.

“Tinhamos que ter um poder maior de conclusão. O futebol está muito equilibrado, muito físico, taticamente todo mundo tem uma organização. Criar três oportunidades como criamos no primeiro tempo, tem que se ter um poder maior de conclusão e definição do jogo. Há de se ressaltar e dar um desconto porque alguns destes jogadores não estavam jogando com ritmo forte como foi o jogo”, declarou.

Divulgação/Cruzeiro E. C.
Vinícius Araújo teve algumas chances para marcar ao longo da partida (foto: Washington Alves/Textual)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade