Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Mostrar serviço a Mano é última tentativa de motivação no Corinthians

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A cada jogo do aparentemente interminável Campeonato Brasileiro, os jogadores do Corinthians usam novos fatores para mostrar alguma motivação. Depois de ficar longe da briga pelo título, desperdiçar a chance de classificação à Copa Libertadores e ver fora do alcance o posto de melhor paulista, os atletas pensam em 2014.

Enfim, chegará no sábado o último compromisso da temporada, contra o Náutico, em Pernambuco. Além de oferecer a Tite e a Alessandro uma despedida com vitória, os jogadores falam em mostrar serviço ao próximo comandante alvinegro, que será Mano Menezes.

“Está todo o mundo vendo os jogos. O treinador que está vindo deve estar assistindo. Temos que mostrar aí”, afirmou o lateral direito Edenílson, um dos muitos que não mostraram regularidade no segundo semestre ruim da equipe do Parque São Jorge, embora tenha jogado bastante.

Divulgação/Agência Corinthians
Edenílson pode ganhar concorrência, mas quer seguir com o colete de titular (foto: Daniel Augusto Jr.)
Ele assumiu a posição a partir do meio do ano e não terá mais a concorrência do quase aposentado Alessandro, mas pode ser ameaçado com a chegada de reforços. O Corinthians está interessado no lateral Rafinha, cujo contrato com o Bayern de Munique se aproxima do final.

“Futebol é isso, é concorrência, tenho que mostrar meu trabalho no dia a dia. Espero que tenha gente de qualidade. É claro que a gente quer estar jogando, mas quer o melhor para o grupo, para a equipe, em primeiro lugar. Vou continuar dando o meu máximo, seja qual for o próximo treinador”, disse Edenílson.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade