Futebol/Campeonato Paulista - ( )

Após Copinha, Muricy subirá três promessas do sub-17 são-paulino

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Três jogadores da geração sub-17 do São Paulo, campeã da Copa do Brasil deste ano e tida internamente como uma das mais promissoras do clube, serão promovidos ao time profissional em janeiro. Eles farão parte do elenco principal depois da disputa da Copa São Paulo de Futebol Júnior.

"Tenho na cabeça alguns moleques em que tenho esperança. Já conheço bem a maioria deles. É definitivo", disse Muricy Ramalho à GE.net.

O treinador os conhece bem porque, ao menos uma vez por semana, vinha testando seus reservas em jogos-treino contra essa safra de promessas, no CT da Barra Funda. Jogos em que os profissionais tiveram mais trabalho do que quando enfrentavam categorias superiores do clube, como a pouco valorizada sub-20.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Treinador já conhece bem a geração sub-17 do clube
Cinco atletas foram convocados recentemente para o Mundial sub-17 e estarão também na Copinha. São eles o lateral direito Auro, o zagueiro Lucas Silva (alçado precocemente ao profissional em 2013, sob comando de Ney Franco), o volante Gustavo Hebling, o meia Gabriel Boschilia e o atacante Joanderson.

"No profissional, eles ganharão mais experiência e, talvez, já poderão até jogar. Idade não quer dizer nada", justifica Muricy, que pouco revelou em sua passagem anterior pelo São Paulo (até 2009), mas explorou muito mais as divisões de base do Santos antes de ser demitido, em maio.

Como a Copinha vai até 25 de janeiro, os talentos que Muricy analisa poderão ser promovidos com o Campeonato Paulista já em curso - a primeira rodada está marcada para o dia 19 -, já que eles só se juntarão ao profissional ao término da participação na competição de juniores.

De férias desde o domingo passado, o elenco principal iniciará a pré-temporada apenas em 6 de janeiro. Na estreia do Paulista, Muricy talvez não utilizará a equipe que considera ideal. Ele e sua comissão técnica vão levar em consideração o condicionamento físico do grupo, ponto muito criticado ao longo da sofrível temporada 2013.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade