Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Novo presidente do Avaí não garante permanência de medalhões

Florianopolis (SC)

Jogadores experientes, famosos, com passagens em grandes clubes e hoje líderes no elenco do Avaí, Marquinhos, Cléber Santana e Eduardo Costa ainda não estão garantidos no clube na próxima temporada. É o que afirma o novo presidente da equipe, Nilton Macedo, eleito para o cargo há menos de duas semanas.

“Se surgir proposta tentadora para um atleta, ele quiser sair para ganhar dinheiro e sendo favorável ao clube, não vamos impedir a negociação. Mas depende muito de conversa e muito dos valores que podem estar envolvidos”, disse o cartola.

Ídolo do Avaí, o meia e capitão Marquinhos disse que sua situação no próximo ano ainda está indefinida. Ele também admitiu ter recebido propostas de outros clubes.

“Meu contrato vai até a metade do ano. Ainda temos contrato, mas ele depende de uma conversa. Recebi propostas. Mas a primeira palavra vai ser dada pelo Avaí. Eu não abri negociação com ninguém. Meu interesse é continuar no Avaí. Contando que eles venham conversar comigo”, disse o jogador à CBN/Diário.

O atleta, entretanto, avisou que só continuará no clube se a diretoria formar uma equipe competitiva na próxima temporada.

“Se eu perceber que o Avaí não tem condições de formar um time que vá brigar (pelo acesso à Série A), pego minhas coisas e vou embora. Chega de ficar segurando sozinho todas as porradas, cansa. Mas é claro que a minha vontade é permanecer”, desabafa.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade