Futebol/Brasileiro Série B - ( - Atualizado )

Palmeiras leva mais público à Série B do que quando foi rebaixado

São Paulo (SP)

O Palmeiras atuou como mandante em cinco cidades diferentes na campanha de conquista da Série B do Brasileiro deste ano, mas nem isso afetou a participação maior de sua torcida na temporada. A Trevisan Escola de Negócios divulgou estudo que indica: em relação à disputa da Série A no rebaixamento em 2012, a bilheteria foi 78% maior e a média de público, 25%.

De acordo com a análise, realizada pelo Centro de Pesquisas Aplicadas da Trevisan Gestão do Esporte, a renda líquida nos jogos como mandante na Série B deste ano foi R$ 6.061.510. Em relação à disputa na primeira divisão do ano passado, a arrecadação, em média, é R$ 139.751 a mais por partida. Na segunda divisão em 2013, a média de público pagante em jogos em casa do Verdão foi de 14.974 torcedores.

“Os números mostram que o torcedor foi ainda mais participativo no momento difícil do clube. Um time grande na Série B tem um impacto positivo no público e renda de todas as demais agremiações que disputam a competição”, disse José Gabriel Leiva, pesquisador e consultor da Trevisan Gestão do Esporte.

Neste ano, a arrecadação bruta na Série B foi 78% maior para os clubes do que em 2012, enquanto o aumento do público pagante acabou em 18%. “A arrecadação líquida total foi de R$ 22.965.456, sendo que a renda obtida pelo Palmeiras representa 26% desse valor”, falou José Gabriel.

Os jogos do Palmeiras nesta Série B geraram R$ 10.939.078 aos clubes – 48% da arrecadação líquida do campeonato, quesito no qual o Verdão também é líder. Os números só não são favoráveis ao campo no total de público como mandante, já que o Sport, que também subiu, levou mais gente quando atuou em casa.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Em relação à disputa da Série A no rebaixamento em 2012, a bilheteria foi 78% maior e a média de público, 25%
Cumprindo punições impostas pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) desde o ano passado, o Palmeiras mandou jogos em Itu (SP), Presidente Prudente (SP) e Londrina (SP) e, no jogo em que recebeu a taça, abriu mão do Pacaembu, oficialmente sua casa no ano, vendendo o mando da partida contra o Ceará para Campo Grande (MS).

O time de Gilson Kleina está em seis dos dez jogos com mais público no torneio. A partida com mais espectadores foi o empate com o Ceará, no Castelão, em Fortaleza, em agosto, com 48.960 pagantes e arrecadação líquida de R$ 901.390,00. Com o Palmeiras como visitante, a média de público pagante foi de 14.269 torcedores e a arrecadação líquida total gerada, R$ 4.878.198.

“Ter o Palmeiras como adversário foi negativo para os rivais no índice técnico, mas um excelente negócio no aspecto financeiro, pois o time paulista representou aumento médio de 41% na receita líquida das outras 19 equipes que disputaram a Série B”, observou o pesquisador e consultor José Gabriel Leiva.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade