Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Pato não escapa de protesto em noite de homenagens do Corinthians

Helder Júnior São Paulo (SP)

A torcida do Corinthians não usou o seu fôlego apenas para homenagear o técnico Tite, que será substituído por Mano Menezes em 2014, o lateral direito Alessandro, a uma rodada da aposentadoria, e o atacante Jorge Henrique, de volta ao Pacaembu para defender o Internacional. Também houve clima para um novo protesto contra o atacante Alexandre Pato no empate sem gols da noite deste sábado.

“Pato, c..., fora do Timão!”, gritaram torcedores organizados, na arquibancada amarela do Pacaembu. Naquele mesmo momento, pouco depois de a partida contra o Inter acabar, Tite interagia com o público posicionado no tobogã, que continuava a festa para o comandante.

A birra com Pato chegou ao auge depois de o astro desperdiçar um pênalti contra o Grêmio, no jogo que decretou a eliminação do Corinthians da Copa do Brasil. Na ocasião, o jogador mais caro da história do clube tentou surpreender o ídolo Dida com uma ‘cavadinha’, que acabou facilmente defendida.

Em tempos de festa para Tite, o fato de o Corinthians continuar com problemas ofensivos não respinga mais no treinador. Ele foi celebrado durante todo o jogo com o Inter, enquanto atacantes como Romarinho e Emerson ouviam insultos isolados de torcedores mais nervosos.

Além de cobrar Pato, os uniformizados do Corinthians ainda deram um recado para aqueles profissionais que seguirão no clube, diferentemente de Tite e de Alessandro. “Não é mole, não! Tem que ser homem para jogar no Coringão!”, rimaram.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade