Futebol/Copa Sul-Americana - ( - Atualizado )

Ponte-pretanos se emocionam e pedem desculpa após derrota para Lanús

Lanús (Argentina)

Cada partida disputada na Copa Sul-Americana entrava para a história da Ponte Preta. O primeiro jogo em competições internacionais, a primeira vitória, as primeiras oitavas de final, as primeiras semis, até que veio a inesperada chance de quebrar um grande tabu, de 113 anos: conquistar o primeiro título. Mas o objetivo não foi atingido, o que comoveu os jogadores ponte-pretanos.

“Não sei o que falar. É um momento de tristeza. Foi legal o que a gente fez, mas o sonho que a gente tinha traçado desde o começo escapou. Fico triste ainda mais por nossa torcida que apoiou o tempo todo”, lamentou Diego Sacoman.

Ferrugem, eleito o melhor jogador da Ponte Preta pela organização, salientou a luta do time em todo o tempo, mas acabou repetindo o discurso de seu companheiro, pedindo desculpas.

“Fico triste por não ter conquistado o titulo, por não poder dar essa alegria para torcida. O clube tem 113 anos sem um título de expressão. Era nosso foco, mas infelizmente não conseguimos. Nossas desculpas, não deixamos de lutar, foi a todo momento, mas infelizmente não conseguimos”, arrematou.

AFP
Jogadores da Ponte Preta pediram desculpas à torcida após derrota para o Lanús na final

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade