Futebol - ( )

Premiado, Marcelo diz ter criado jogadas dos gols do artilheiro Ederson

Marcos Guedes São Paulo (SP)

O Atlético-PR teve destaque no Troféu Mesa Redonda, exibido pela TV Gazeta no último domingo. Vagner Mancini foi escolhido o melhor técnico, Paulo Baier entrou na seleção do Campeonato Brasileiro, e outros dois jogadores foram premiados por seu bom desempenho.

O centroavante Ederson recebeu um troféu por ter sido o artilheiro da competição, com 21 gols. O também atacante Marcelo, de 21 anos, foi eleito a revelação e comemorou o bom resultado da parceria com o goleador na boa campanha da equipe rubro-negra, terceira colocada.

“O Mancini trabalhou muito com a gente as jogadas de velocidade. Fico feliz porque muitos dos gols do Ederson saíram de jogadas minhas”, afirmou Marcelo, cujo desempenho chamou a atenção de vários clubes. O pedido de 12 milhões de euros (cerca de R$ 38,5 milhões), porém, assustou os interessados.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Paulo Baier, Ederson e Vagner Mancini foram premiados na décima edição do Troféu Mesa Redonda
Os outros dois premiados vivem situação incerta. Paulo Baier chegou a comemorar o acerto verbal da renovação de seu contrato por uma temporada, porém o presidente Mario Celso Petraglia indicou que não contará com o meia de 39 anos, disponível no mercado.

Negociações à parte, o jogador celebrou “um dos melhores anos da carreira” e ganhou uma placa por ter superado a marca centenária na era dos pontos corridos do Campeonato Brasileiro. De 2003 para cá, ele fez 102 gols na competição, sendo seu maior artilheiro. “Para mim, foi muito importante.”

Vagner Mancini é outro cujo contrato com o Atlético-PR está nos últimos dias. Depois de classificar a equipe para a próxima edição da Copa Libertadores, ele espera comandá-la na principal disputa sul-americana, mas ainda espera um contato da diretoria.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade