Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Presidente do Barça desmente TV argentina sobre saída de Martino

Barcelona (Espanha)

Na manhã desta quinta-feira, a televisão argentina DirecTV afirmou ter ouvido de fontes seguras que Gerardo Martino deixaria o comando do Barcelona após o término da temporada em maio do ano que vem. Horas depois, o presidente do time catalão, Sandro Rosell, encerrou a polêmica ao cravar a permanência do técnico.

Responsável por levar o Newell’s Old Boys à semifinal da Copa Libertadores da América, Martino chegou ao Barcelona com o aval de Lionel Messi, ambos nascidos em Rosário. A imprensa argentina alega que Tata está incomodado com a pressão dos jornalistas espanhóis, o que poderia causar a antecipação do fim do contrato válido até 2015 com os culé.

O argentinos, inclusive, já teriam projetado até mesmo o futuro do treinador. Independentemente do resultado da Argentina na Copa do Mundo de 2014, Alejandro Sabella abandonaria o cargo à frente da seleção, deixando o caminho livre para Gerardo Martino assumir o comando. Seria o segundo selecionado do técnico, que dirigiu o Paraguai entre 2007 e 2011.

Sandro Rosell não teve como escapar das perguntas sobre as especulações, mas se mostrou firme em entrevista coletiva para garantir que Tata não deixará o Camp Nou antes do fim do contrato. “Como sempre, surgem estas informações. A primeira coisa que Tata fez foi desmentir esta notícia para nós”, declarou o mandatário.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade