Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Quase certo por renovação, Muricy afirma: “Ainda não assinei”

Bruno Oliveira, especial para a GE.NET São Paulo (SP)

Um dos principais responsáveis pela permanência do São Paulo na elite do Campeonato Brasileiro, o técnico Muricy Ramalho ainda tem futuro incerto no clube tricolor. Entretanto, em entrevista coletiva concedida nesta sexta-feira, no Centro de Treinamento da Barra Funda, o comandante confirmou as expectativas e mostrou que está próximo de firmar renovação contratual.

“Conversei algumas vezes com a diretoria e está quase tudo certo. Ainda não assinei nada, então não posso dizer que o contrato está renovado. Mas, com certeza, está quase tudo certo”, afirmou o treinador.

Tricampeão brasileiro pelo São Paulo entre 2006 e 2008, Muricy Ramalho deixou o banco de reservas da equipe tricolor em junho de 2009 depois fracassos constantes na Copa Libertadores da América. Após passagens por Palmeiras, Fluminense, Santos e recusar convite da Seleção Brasileira, o treinador retornou ao time paulista em setembro deste ano para garantir vaga na primeira divisão nacional na próxima temporada.

Agora, já com permanência assegurada na elite do Campeonato Brasileiro, o técnico começa a planejar mudanças no elenco para 2014. Aos 40 anos, o goleiro Rogério Ceni tem futuro incerto, mas deve renovar vínculo por mais um ano. O lateral direito Luís Ricardo, atualmente na Portuguesa, é reforço certo.

“Temos obrigação de fazer muito melhor em 2014, o clube deve ter esse pensamento. É sobre isso que estou conversando com a diretoria, porque não podemos passar pelas mesmas situações que aconteceram neste ano”, encerrou o técnico.

O São Paulo encerra seus compromissos desta temporada neste domingo, às 17 horas (de Brasília), quando mede forças com Coritiba, no estádio Novelli Júnior, em partida válida pela 38ª rodada do Campeonato Brasileiro. O clube tricolor ocupa a nona colocação na tabela de classificação da competição nacional, com 50 pontos, enquanto o adversário alviverde é o 16º colocado, com 45 pontos, e ainda corre risco de ser rebaixado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade