Futebol/Mercado - ( )

Quase fora do Verdão, Luis Felipe vira moeda para Alan Kardec ficar

William Correia São Paulo (SP)

Luis Felipe se aproveita de um erro da diretoria do Palmeiras para se desligar do clube já neste mês e defender o Benfica. E o vacilo vira trunfo no Verdão: para liberar o lateral direito antes, os dirigentes pretendem usá-lo como moeda para facilitar a permanência de Alan Kardec.

O centroavante está emprestado pelo clube português até 30 de junho, mas já recebeu sondagens de outros brasileiros. O próprio jogador manifestou seu desejo de permanecer em definitivo no campeão da Série B do Brasileiro, que tem a mesma vontade. Assim, Luis Felipe pode, ao menos, diminuir o preço cobrado pelos lisboetas.

Quando acertou o empréstimo do atacante, Paulo Nobre já sabia que ter o atleta em, definitivo custaria os mesmos 4 milhões de euros (aproximadamente R$ 13 milhões) cobrados pelo Benfica na primeira procura do Palmeiras, em março. O presidente, contudo, tem a esperança de reduzir bastante esse valor inviável ao clube.

A estratégia foi montada com aval do próprio Nobre, que espera abertura dos portugueses para conversar. Usar na negociação um atleta que passou as últimas semanas treinando sem poder jogar por não estar mais com o Palmeiras na cabeça é uma tentativa de corrigir uma das falhas mais criticadas de sua gestão neste ano.

Djalma Vassão/Gazeta Press
Estratégia do Palmeiras é usar vontade de Luis Felipe de sair já para o Benfica e reduzir preço de Alan Kardec
Não há esperanças na permanência de Luis Felipe. A relação com o lateral direito é de decepção, pois havia acordado com a renovação até dezembro de 2014 após voltar da Penapolense, em junho, mas se destacou e se aproveitou de um erro na digitação do contrato para exigir uma renegociação. O jogador já tinha sido procurado pelo Benfica, que ofereceu o dobro do salário que ele havia acertado com o Verdão.

Os representantes do jogador de 22 anos desejam que Luis Felipe, já livre para assinar pré-contrato com qualquer outro clube, seja liberado para se apresentar ao clube português em janeiro, apesar de seu contrato acabar só em março. Para isso, porém, será necessário que o Benfica abra mão, ao menos, de parte do valor que quer por Alan Kardec.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade