Futebol/Bastidores - ( )

Resgatado por Muricy, Ganso espera 2014 com um único treinador

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Dirigido em 2013 por três treinadores diferentes, Paulo Henrique Ganso voltou a verdadeiramente jogar bem no São Paulo apenas após a chegada do último deles, Muricy Ramalho, que acabou de renovar contrato e anima o meia a ter uma próxima temporada melhor não só individualmente.

"Sem dúvida, a permanência dele vai deixar o time mais forte. Tivemos muita mudança de treinador neste ano, o que dificultou bastante, porque cada um tem sua maneira de trabalhar. Mas agora está tudo certo, com o Muricy e uma equipe forte", aposta o jogador, que participou na quarta-feira de uma partida beneficente em Barueri.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Meia participou de jogo beneficente na quarta-feira
No São Paulo, Ganso havia sido anteriormente comandado por Ney Franco e Paulo Autuori, sem considerar o interino Milton Cruz. Com o primeiro, recebeu poucas chances e chegou a ficar no banco de reservas. Já Autuori foi quem deu início à recuperação do futebol do ex-santista. Mas foi a partir do retorno de Muricy que o camisa 8 deslanchou para valer.

"Com ele, tive uma sequência como titular. Ele me ajudou bastante. A confiança que ele deposita em meu futebol é muito grande. Foi por isso que evolui", acredita Ganso, que já havia trabalhado na Vila Belmiro com o agora são-paulino, época em que ganhou, dentre outros títulos, o da Copa Libertadores.

Na temporada que se encerrou no domingo passado, o meia não ganhou nenhum troféu – ele e seus companheiros se limitaram a salvar o clube do rebaixamento à segunda divisão do Campeonato Brasileiro –, porém obteve uma conquista particular: fez 66 jogos (55 como titular), número que, até então, nunca havia alcançado por conta de lesões.

"Foi muito bom para mim. Eu evoluí bastante e tive uma sequência que nunca tinha tido. Uma pena que, para o São Paulo, não foi tão bom. No ano que vem, pretendo melhorar ainda mais, fazer mais jogos, mais gols e conquistar títulos", concluiu o são-paulino, autor de cinco gols e 12 assistências.

A estreia na próxima temporada será em 19 de janeiro, em jogo contra o Bragantino, pelo Campeonato Paulista. O início da preparação está marcado para o dia 6, no CT da Barra Funda.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade