Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Saída de Ricardo para o Fortaleza altera planejamento do Figueirense

Florianopolis (SC)

O goleiro Ricardo, de 27 anos, começou 2013 na titularidade do Figueirense. Porém, as correntes falhas do arqueiro o fizeram ser emprestado ao Icasa, onde se lesionou e perdeu espaço. Com o término do vínculo com o Verdão do Cariri, o jogador retornou a Florianópolis, onde faria parte da pré-temporada planejada pelo superintendente de esportes, Rodrigo Pastana. No entanto, o atleta assinou um contrato com o Fortaleza e deixou o elenco do Furacão do Estreito, abrindo um espaço na posição, que só conta com duas peças: Tiago Volpi e Neto.

A posição de goleiro foi um dos setores mais inconstantes do Figueirense na Segunda Divisão nacional. Com a chegada do técnico Adílson Batista, o experiente Neneca foi contratado, mas não agradou os torcedores. Após sofrer uma lesão, o arqueiro deu lugar ao jovem Tiago Volpi, que esteve presente na reta final da competição, que rendeu o acesso à equipe catarinense. Volpi segue no Furacão do Estreito, ao lado do jovem Neto, de 21 anos, que, curiosamente, é seu primo. Entretanto, o clube tem como pré-requisito começar a próxima temporada com três atletas do ofício no elenco titular.

No Campeonato Catarinense, o Avaí estreia no dia 26 de janeiro, domingo, às 17 horas (de Brasília), quando mede forças com o Brusque, no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade