Futebol/Copa 2014 - ( - Atualizado )

Sanchez tem participação rápida em simpósio e não fala de arena

Luiz Ricardo Fini São Paulo (SP)

O ex-presidente corintiano Andrés Sanchez chegou ao simpósio promovido pela Fenapaf (Federação Nacional dos Atletas Profissionais) quando o debate já estava em andamento, fez um rápido pronunciamento e deixou o auditório do Museu do Futebol antes do fim do evento.

Enquanto caminhava rapidamente pela praça Charles Miller, em frente ao Pacaembu, na direção de seu veículo, Sanchez se recusou a falar sobre a retomada dos trabalhos na Arena Corinthians. Responsável do clube no estádio, o ex-presidente não deu qualquer explicação para evitar o assunto.

Mais cedo, Sanchez esteve em Itaquera para ver a retomada dos trabalhos, que estavam suspensos desde a queda de um guindaste, na quarta-feira, quando dois operários morreram. Naquele dia, o dirigente concedeu entrevista, mas não se pronunciou mais desde então.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Andrés Sanchez ficou por pouco tempo no encontro e falou rapidamente, sem abordar a arena
Nesta segunda, assim que subiu no palco do evento, Sanchez ouviu do mestre de cerimônias uma pergunta se estava tudo bem com o estádio, mas desconversou e não deu qualquer informação. Durante sua rápida participação no simpósio, o ex-presidente apenas demonstrou apoio à declaração de Eurico Miranda sobre a legislação do futebol.

“O mais importante é se unirem para discutir mais, e não ficar cada um atirando de um lado. Concordo com o Eurico que a legislação é mínima para o futebol e é só para a elite. Jogador de futebol deveria ter o mesmo direito de qualquer um que ganha salário mínimo. E temos de olhar ao torcedor com mais carinho”, comentou, pouco antes de deixar o debate.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade