Futebol/Mundial de Clubes - ( - Atualizado )

Tardelli lamenta perda do Mundial, mas já foca bicampeonato Libertadores

Do correspondente Wanderson Lima Belo Horizonte (MG)

A expectativa da torcida do Atlético-MG era grande para conquistar o Mundial de Clubes, mas dentro de campo a equipe não correspondeu e acabou ficando apenas em terceiro lugar. O atacante Diego Tardelli reconhece que a derrota para os marroquinos do Raja Casablanca não era o esperado, mas já faz planos de conquistar a Libertadores em 2014, para voltar ao Mundial com o Galo.

“É levantar a cabeça. Serviu de experiência. Não era o que queríamos, mas temos que valorizar o que fizemos no ano todo. Tivemos a oportunidade de disputar o Mundial pela primeira vez. Vamos lutar para ganhar a Libertadores e voltar no ano que vem para acabar com essa má impressão que deixamos”, disse o atacante.

Tardelli admite que existiu excesso de confiança do Atlético-MG, o que acabou atrapalhando a equipe, que já contava com uma final contra o Bayer de Munique. “Houve excesso de confiança. Tudo que falavam do Atlético-MG não aconteceu, ou seja, a semifinal com Monterrey e a final com Bayern. Foi sofrido, mas o terceiro lugar é valorizado para a gente”, declarou.

O Atlético-MG vai iniciar a caminhada para tentar voltar ao Mundial de Clubes em fevereiro, quando estreia na Libertadores, encarando os venezuelanos do Zamora. O Galo ainda terá pela frente na fase de grupos os paraguaios do Nacional, os mexicanos do Monarcas Morélia ou os colombianos do Santa Fé, o que será definido posteriormente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade