Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Único reforço, Luis Ricardo se viu valorizado após gol no Morumbi

Tossiro Neto São Paulo (SP)

Em 2 de novembro, Luis Ricardo acordou cedo e disse a pessoas próximas que aquele seria o dia de garantir o contrato com o São Paulo. Ainda na Portuguesa, o lateral direito enfrentaria horas depois o time que negociava para contratá-lo para a temporada que vem. E, apesar da derrota por 2 a 1, mostrou mesmo serviço, ao anotar o único gol de sua agora ex-equipe, no Morumbi.

"Você nunca entra em campo achando que vai fazer o gol ou que vai ser o cara do jogo, mas surgiu aquela oportunidade e eu acabei fazendo. Fiquei muito feliz, repercutiu muito ter feito gol no time pelo qual poderia jogar depois. Nessas horas, você tem que honrar a camisa que veste, tem que ser bastante profissional", diz o jogador de 30 anos, que só foi anunciado pelo São Paulo ao final do Campeonato Brasileiro.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Lateral participou do Troféu Mesa Redonda, gravado na terça-feira e que irá ao ar neste domingo à noite
As conversas entre os dois clubes se arrastaram por meses, depois de uma tentativa sem sucesso do Palmeiras de contratar o atleta. A demora do desfecho, em vez de causar chateação ou desmotivá-lo, acabou por lhe garantir proposta financeira mais vantajosa, segundo ele próprio.

"Talvez, se eu tivesse saído antes, não teria tido valorização para mim e para a Portuguesa. Foi tudo resolvido entre os clubes da melhor maneira possível. Foi bom para todas as partes. Para mim, principalmente, que tinha o desejo de jogar nessa grande equipe. Então, acredito que saí no momento certo", conta a até aqui única contratação são-paulina para o próximo ano.

Aprovado nos exames médicos realizados na segunda-feira, Luis Ricardo só terá contato com o elenco em 6 de janeiro, no primeiro dia de pré-temporada. Com o técnico Muricy Ramalho, ele conversou rapidamente na terça à noite, durante gravação do Troféu Mesa Redonda, premiação que vai ao ar na TV Gazeta no domingo.

"Meu contato, por enquanto, foi mais com a diretoria, com as pessoas do departamento médico. Mas fui muito bem recebido por eles. Foi uma coisa bem rápida, mas já vi que as pessoas que trabalham lá são bastante hospitaleiras, receptivas", comentou o provável novo dono da lateral direita do São Paulo, posição em que terá a concorrência de Douglas e Paulo Miranda, principalmente.

"Por onde passei, também foi sempre assim, concorrido. É claro que são níveis diferentes de jogadores, mas eu trabalhei para ter essa oportunidade e agora vou continuar lutando para conquistar meu espaço no São Paulo", concluiu Luis Ricardo, de férias pelas próximas semanas.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade