Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Vasco garante que buscará entendimento com montadora japonesa

Rio de Janeiro (RJ)

A violência nas arquibancadas da Arena Joinville entre torcedores do Atlético-PR e Vasco da Gama fez com que o time carioca perdesse seu patrocinador máster para a próxima temporada. A Nissan comunicou na última segunda-feira que não gostaria de associar sua imagem à barbárie da última rodada do Campeonato Brasileiro e rompeu o contrato com o Gigante da Colina, que agora buscará reconciliação com a montadora.

Em nota oficial divulgada no site oficial do clube, a diretoria valorizou a história vascaína na luta pela igualdade racial no esporte e a postura do presidente Roberto Dinamite em pedir a punição aos torcedores envolvidos na confusão em Santa Catarina. A intenção dos cruz-maltinos é conversar com a empresa para esclarecer os motivos do rompimento.

Confira a íntegra do comunicado emitido pelo Vasco da Gama:

O Club de Regatas Vasco da Gama foi informado na última segunda feira, dia 16 de dezembro, da decisão pelo rompimento unilateral do contrato de patrocínio por parte da Nissan.

O Vasco da Gama é um dos poucos clubes centenários do Brasil que desde o inicio de sua historia tem seus valores morais intocáveis, sempre lutando pela igualdade social, racial e servindo de instrumento para a interação entre as mais diferentes culturas, que unidas, literalmente, ergueram este gigante.

A violência vista em Joinville indignou a coletividade vascaína e a todos os cidadãos de bem ao redor do mundo, posicionar-se contra a violência nos estádios não é privilegio da Nissan. O Club de Regatas Vasco da Gama colocou-se a disposição da justiça e manifestou publicamente o interesse na punição dos envolvidos por meio de declaração de seu presidente Roberto Dinamite.

A violência em nada tem a ver com a história do Vasco da Gama, os torcedores envolvidos no episódio de Joinville não representam os mais de 15 milhões de vascaínos espalhados por todo o país e sendo assim, seguiremos nossa trajetória de luta social e apoio ao Esporte. Neste primeiro momento, buscaremos um entendimento junto a Nissan em relação a comunicação de rompimento unilateral.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade