Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Vasco prioriza Caetano, ex-Flu, para comandar futebol do clube

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O planejamento do Vasco para a próxima temporada tem como prioridade definir o nome do executivo que vai comandar o departamento de futebol. O presidente Roberto Dinamite pediu que um profissional de nome no mercado seja contratado para evitar falhas em 2014, ano que o time vai precisar conquistar o acesso para a Primeira Divisão do Campeonato Brasileiro. O nome com que o clube vem trabalhando é Rodrigo Caetano, que na última terça-feira foi dispensado pelo Fluminense, outro rebaixado no Brasileirão.

O vice-presidente de futebol do Vasco, Ercolino de Luca, está à frente das negociações e já fez os contatos preliminares com Rodrigo Caetano, que trabalhou no Vasco entre 2009 e 2011. O executivo informou que vai tirar uns dias de férias com a família e apenas depois disso deverá escutar propostas. A tendência é que as duas partes voltem a conversar apenas na semana depois do Natal.

Mesmo tendo Rodrigo Caetano como prioridade, o Vasco trabalha com outros nomes. Anderson Barros, que já trabalhou no Botafogo e no Flamengo, foi oferecido, mas Roberto Dinamite teme que a reação da torcida seja negativa, já que o dirigente é visto como flamenguista. Por esse motivo ele encontrou muita resistência junto aos botafoguenses.

Neste cenário, o plano B é Newton Drummond, que é ligado ao Internacional. O dirigente tem bom relacionamento com a diretoria do Vasco e é tido como de fácil penetração em outros clubes, o que pode estreitar laços para o Cruz-Maltino.

Independentemente do nome do futuro executivo do futebol, Roberto Dinamite já definiu que deseja mesmo a renovação de contrato do técnico Adilson Batista. O dirigente entende que o treinador conseguiu fazer um bom trabalho dentro do possível e que não pode ser responsabilizado pelo rebaixamento. O presidente, inclusive, entende que se tivesse trocado a comissão técnica um pouco antes do Cruz-Maltino estaria na elite nacional.

Adilson Batista foi informado antes de sair de férias que o desejo do Vasco é a sua permanência e disse que também pretende ficar em São Januário. O seu representante já vem negociando com Ricardo Gomes, coordenador de futebol do clube, mas ainda não houve assinatura porque o técnico teve que viajar às pressas para o Paraná por conta de problemas familiares.

Apenas após a assinatura do contrato de Adilson Batista que a diretoria vai começar a trabalhar na formação do elenco para 2014. Vários nomes do atual plantel não fazem mais parte dos planos e serão dispensados ou emprestados. O clube precisa reduzir a folha salarial, já que terá alguns problemas de redução de receita por conta do rebaixamento. A ideia é contratar jogadores que tenham se destacado na Série B deste ano e que poderão sobressair nos Estaduais que estão por vir, além de apostar ainda mais nas revelações das categorias de base. Os reforços mais caros serão pontuais e o maior investimento virá mesmo para a disputa da Segunda Divisão do Campeonato Brasileiro.

Dentro de campo o elenco está de férias e a reaprsentação está marcada para 6 de janeiro, quando começa a preparação para o Campeonato Carioca e para a Copa do Brasil. A estreia no torneio estadual está prevista para acontecer no fim de semana de 18 e 19 de janeiro, diante do Boavista em São Januário, no Rio de Janeiro (RJ).

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade