Futebol/Campeonato Brasileiro - ( )

Vasco tenta evitar afobação contra o Atlético-PR

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

O Vasco começou nesta terça-feira a sua preparação para a partida contra o Atlético-PR neste domingo, às 17 horas (de Brasília), na Arena Joinville, em Joinville (SC), pela última rodada do Campeonato Brasileiro. O Cruz-Maltino não depende mais dos próprios resultados para escapar da degola. Além de vencer, necessita de um desses dois resultados: derrota do Criciúma para o Botafogo ou tropeço do Coritiba diante do São Paulo.

Mas, cientes de que precisam fazer primeiro a sua parte em campo, os vascaínos procuram encontrar a melhor estratégia para ganhar e esta passa necessariamente por conter a afobação. Na visão dos jogadores do Vasco, o elenco vai precisar ter tranquilidade contra o Furacão.

“Nós teremos noventa minutos para tentarmos construir o resultado que nos interessa. Portanto, não podemos pensar na possibilidade de entrarmos em desespero para não colocarmos tudo a perder. Será um jogo de xadrez, nenhum dos dois times pretende errar e o equilíbrio deve ser a tônica do jogo. Vamos atuar com naturalidade e muita determinação”, disse o lateral direito Fagner.

O zagueiro Cris também entende que o desespero será um dos principais rivais do time no duelo de domingo. “Temos que colocar muita garra em campo, não desistir nunca do triunfo e buscar a vitória, único resultado que interessa. Mas não podemos cair no erro de tentar fazer tudo nos primeiros minutos e nos desesperarmos se a coisa não acontecer conforme o esperado. O Vasco tem noventa minutos para ganhar o jogo é isso é fundamental que não saia da nossa cabeça em campo”, afirmou o defensor.

Nesta terça-feira, o elenco se reapresentou, mas apenas os reservas foram a campo para disputar um coletivo com os juniores. Da atividade participaram alguns atletas que estão afastados pelo técnico Adilson Batista, como os meias Francismar e Montoya e os atacantes Willie e André.

Os titulares ficaram fazendo reforço muscular na academia. Para o duelo contra o Furacão o treinador vascaíno não poderá contar com o zagueiro Luan e com o volante argentino Pablo Guiñazú, suspensos por acúmulo de cartões amarelos. A tendência é que Jomar entre na zaga, enquanto que a vaga no meio será preenchida por Wendel e Fillipe Soutto.

Nesta quarta-feira, o elenco volta a trabalhar na parte da manhã, em São Januário, quando Adilson deverá começar a planejar a melhor formação para tentar uma vitória diante dos paranaenses em Santa Catarina.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade