Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Vitória perde Maxi, mas encaminha permanência de Escudero em 2014

Salvador (BA)

Maxi Biancucchi, um dos destaques da campanha do Vitória no Campeonato Brasileiro deste ano, não seguirá no clube em 2014. O empresário do atacante argentino, Regis Marques Chedid, fez o anúncio em sua conta em uma rede social.

“Confirmado. Maxi Biancucchi não seguirá no Vitória na próxima temporada. Agradecemos aos torcedores que sempre apoiaram o atleta”, escreveu o agente. Cerca de duas horas depois, o Vitória confirmou a informação por meio da mesma rede social.

Regis ainda desabafou contra a diretoria e afirmou que o valor pedido pelo jogador foi reduzido duas vezes na negociação, mas agente e atleta não quiseram abaixar o preço pela terceira vez, o que teria sido solicitado pela diretoria. O empresário também chegou a discutir com alguns torcedores e deu a entender que o clube não paga os salários em dia.

Em contrapartida, o meia Damián Escudero deve permanecer no clube para a próxima temporada. Segundo o jornal argentino Olé, o meia, que pertence ao Boca e estava emprestado ao Vitória, se transferiu ao time de Salvador em definitivo.

De acordo com o diário, a negociação foi fechada em 200 mil dólares (aproximadamente R$ 469 mil). O contrato de Escudero, que chegou ao Boca vindo do Villarreal em 2010, se encerrava na metade de 2014, e, após o período, o jogador poderia acertar com qualquer clube sem precisar negociar o valor do passe. O rubro-negro, no entanto, alega que a transferência ainda está em fase de negociações.

Reprodução/Twitter
Regis Marques Chedid, empresário de Maxi Biancucchi, confirmou que o atleta não seguirá no Vitória e respondeu a torcedores

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade