Futebol/Campeonato Brasileiro - ( - Atualizado )

Weverton pede tranquilidade para Furacão obter vaga na Libertadores

Do correspondente Luiz Felipe Fagundes Curitiba (PR)

O Atlético Paranaense vai viver fortes emoções até o apito final do árbitro da partida diante do Vasco, pela última rodada do Campeonato Brasileiro 2013. A equipe precisa de um bom resultado para não depender de outras combinações e chegar à Libertadores da América. O goleiro Weverton acredita que esse é o momento de o Rubro-Negro mostrar sua força, mesmo com o desgaste da maratona de decisões.

"Só dependemos de nossas forças. Será uma partida difícil e teremos novamente que provar que somos capazes, como fomos durante o campeonato inteiro", afirmou o camisa 1, que sabe que toda a temporada só terá valido a pena com o sucesso no final de semana. "Domingo é o último jogo do ano, a última oportunidade de conquistar a vaga para a Libertadores", acrescentou.

A partida, entretanto, será perigosa. Apesar e terem chegado a este momento com campanhas bem distintas, Wéverton sabe que a necessidade de vitória por sobrevivência do Vasco vai tornar o jogo ainda mais duro, o que exige uma dose extra de tranquilidade. "O time tem que ter tranquilidade, ser inteligente e mostrar a sua experiência. Não há outra saída, vamos nos preparar bem para buscar a vitória no domingo", concluiu.

Queda na Copa do Brasil faz a primeira vítima – Com contrato até 2015, o lateral Pedro Botelho, bastante criticado após a derrota para o Flamengo na final da Copa do Brasil, pode não jogador mais com a camisa do Furacão. O jogador ficou de fora dos treinamentos e deve ser cortado da delegação que encara os cariocas. A tendência é ser liberado pela diretoria. Outros jogadores também teriam ficado marcados, mas a situação desses depende da classificação ou não para a Libertadores.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade

Publicidade