Ciclismo/Bastidores - ( - Atualizado )

Após ser banido, Armstrong pode receber anistia e competir no triatlo

São Paulo (SP)


Envolvido em um dos maiores escândalos de doping da história, Lance Armstrong pode ganhar chance de disputar outro esporte. Segundo o site espanhol especializado Diário del Triatlon, o atleta de 42 anos tenta reduzir sua pena colaborando com investigações de outros casos de doping no ciclismo.  Em 2012, o norte-americano foi banido do esporte após ter confessado o uso da substância Eritropoietina (EPO).

A ideia da redução de pena partiu da União Ciclística Internacional (UCI). Além de Armstrong, a entidade pretende incluir na ação outros atletas envolvidos em casos de doping que colaboraram em investigações.

O plano, no entanto, ainda precisa da aprovação da Agência Mundial Antidoping (Wada). De acordo com Brian Cookson, presidente da UCI, a chance da entidade autorizar as reduções é alta. Ele ressalta, no entanto, que cada caso será analisado individualmente.

“No caso do Lance vai depender do quanto e do tipo de informação que ele vai revelar. Essa negociação não vai depender de mim e sim da Usada (agência antidoping dos EUA), que precisa ser convencida de que as revelações serão realmente importantes no combate ao doping no esporte”, destaca o dirigente, em entrevista ao jornal australiano Corrier Mail.

AFP
Após colaborar com investigações, Armstrong pode ser liberado para competir no triatlo

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade