Atletismo/São Silvestre - ( )

Satisfeito com pódio na SS, treinador vê Giovani entre os melhores

Bruno Ceccon São Paulo (SP)

Assim como no ano passado, Giovani dos Santos terminou a Corrida Internacional de São Silvestre na condição de melhor representante do Brasil. A quarta colocação alcançada pelo atleta na prova disputada nesta terça-feira deixou o técnico Henrique Viana satisfeito.

“O Giovani correu muito bem. Nós queríamos o primeiro lugar, mas os africanos foram muito fortes e são de primeira linha. O fato é que hoje o Giovani está entre os melhores”, disse Viana logo depois de auxiliar o pupilo a tratar as dores na panturrilha que o acometeram ao final da prova.

“Esse incômodo não chegou a atrapalhar muito. Pode ter influenciado no aspecto psicológico, o que não significa que ele venceria se não sentisse as dores. É difícil avaliar, mas é claro que atrapalha. Independentemente disso, o Giovani fez uma boa corrida”, reiterou.

A Corrida Internacional de São Silvestre foi vencida pelo queniano Edwin Kipsang, seguido pelos compatriotas Mark Korir e Stanley Koech. Giovani dos Santos foi o único brasileiro no pódio, já que o marroquino Abderrahime Elasri chegou na quinta colocação.

“Não trabalhamos especificamente para uma prova. Se falar que treinamos voltados à São Silvestre, seria mentira. Trabalhamos a longo prazo. Em 2011, o Giovani não tinha marcas expressivas. Ele começou a se destacar em 2012 e nesse ano foi muito forte. Então, a temporada de 2014 vai ser ainda melhor, já pensando em 2016”, projetou o técnico.

Henrique Viana espera classificar Giovani dos Santos para os Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. De acordo com o treinador, a ideia é buscar a vaga na maratona ou nos 10.000m, prova em que o atleta conquistou o bronze no Pan-americano de Guadalajara-2011.

Além de Giovani dos Santos, Viana também trabalha com Altobeli Santos da Silva e Gilmar Silvestre Lopes, oitavo e nono colocados na São Silvestre, respectivamente. Diante dos resultados alcançados pelo trio, o treinador deixou a 89ª edição da corrida paulistana ainda mais satisfeito.

“Eles foram os três melhores brasileiros. Isso mostra que o trabalho que fazemos é um dos melhores do País. Em 2014, quando a São Silvestre completa sua 90ª edição, vamos estar ainda mais preparados”, disse Viana, sonhando com a chance de vencer a prova.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade