Futebol/Bastidores - ( )

Alto salário assusta e afasta colombiano Pabón do Peixe

Do correspondente Diego Diegues Santos (SP)

O colombiano Dorlan Pabón assustou os dirigentes santistas com o seu pedido salarial. O atacante de 25 anos que pertence ao Valência, da Espanha, tem 50% dos seus direitos econômicos pertencentes ao fundo de investimento Doyen Sports, parceiro da equipe alvinegra na contratação de Leandro Damião e Lucas Lima.

André Zanotta, superintendente do Santos, esteve à frente das negociações com o colombiano. Segundo o dirigente, as conversas estavam adiantas, porém o salário pedido pelo jogador fez o Santos recuar e praticamente descartar a contratação do atleta.

O interesse do Santos pelo atacante colombiano foi revelado nesta quinta-feira pelo periódico espanhol “Super Deporte”, que também apontou o São Paulo como possível destino do atleta. O agente de Pabón, Ricardo Calleri, vê com bons olhos uma transferência para o futebol brasileiro.

Caso a negociação fracasse, será a terceira tentativa do Santos que não dará certo, na busca por um atacante de velocidade. Antes de Pabón, a equipe alvinegra, a pedido de Oswaldo de Oliveira, tentou Rildo – destaque da Ponte Preta em 2013 – que acertou com o Atlético-MG e depois Vargas, que assinou por empréstimo com o Valência, da Espanha.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade