Futebol/Campeonato Goiano - ( - Atualizado )

Antes do clássico, presidente do Goiás diz cantar "Vila é freguês"

Goiânia (GO)

Sérgio Rassi, presidente do Goiás, revelou que ainda grita “Vila é freguês”. A afirmação do mandatário ocorreu na véspera do clássico entre Vila Nova e Goiás, no próximo domingo, às 17h (de Brasília), no Serra Dourada, pela terceira rodada do Campeonato Goiano. Rassi aproveitou para pedir um jogo sem brigas.

“Eu grito até hoje, mas, agora, baixinho. Faz parte da torcida, como eles devem nos chamar de moxé, e isso é bom”, afirmou, esquentando a rivalidade entre os dois clubes.

Ele relembrou os tempos em que as duas torcidas podiam chegar juntas ao estádio. O presidente pediu paz nas arquibancadas.

“Sou do tempo em que ia com um amigo ao estádio, ele com a camisa do Vila e eu com a do Goiás, abraçados, e um ficava curtindo com o outro. Hoje, os vândalos travestidos de torcedores, exercem esse vandalismo usando camisas de times. Mas eu gostaria de lembrar que os mantos dos clubes representam a paz, o esporte”, refletiu.

Para o tão aguardado clássico de domingo, o técnico da equipe Esmeraldina, Claudinei Oliveira, não fez segredo. O Goiás vai a campo com: Renan; Clayton Sales, Valmir Lucas, Pedrão e Juliano; Amaral, David, Thiago Mendes e Ramon; Araújo e Richely.

O time de Goiânia é o líder do Grupo A do Goianão, com 100% de aproveitamento até aqui. Uma vitória magra sobre o Anapolina e uma goleada, por 4 a 1, diante do Grêmio Anápolis.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade