Futebol - ( - Atualizado )

Aos 85 anos, morre Aquiles, meia campeão da Copa Rio com Palmeiras

Campo Grande (MS)

O ex-goleiro Oberdan Cattani é, agora, o único remanescente vivo da conquista da Copa Rio de 1951, considerada um título mundial pelo Palmeiras. O ex-meia Aquiles faleceu de “morte natural”, segundo o clube, aos 85 anos de idade na manhã desta quinta-feira, em Campo Grande (MS).

Pelo Verdão, Aquiles disputou 70 jogos, alcançando 39 vitórias, 16 empates e 15 derrotas e marcando 37 gols. Foi herói do título paulista de 1950 fazendo o gol do empate por 1 a 1 com o São Paulo, na decisão, que garantiu a conquista. “Foi a coisa mais importante que fiz na minha vida”, dizia.

Acervo/Gazeta Press
Meia fez gol do título paulista de 1950 e ajudou o time a se sentir campeão mundial em 1951
O outro título que celebrou com a camisa verde foi a Copa Rio. Aquiles fez gol nas vitórias por 3 a 0 sobre o Olympique de Nice, da França, e por 2 a 1 diante do Estrela Vermelha, da hoje extinta Iugoslávia. Contou que pediu para não jogar a semifinal contra o vasco, no Rio de Janeiro, porque torcedores foram à casa dele, na Pompeia, xingá-lo de “vendido” após a derrota por 4 a 0 para a Juventus, da Itália, na primeira fase, no Pacaembu, mas o técnico Ventura Cambon o manteve no time.

Aquiles encerrou a carreira aos 23 anos depois de sofrer três fraturas na perna direita, uma delas após entrada do ex-goleiro Barbosa. Vivia há mais de 20 anos em Campo Grande (MS) e, em novembro, aproveitou para visitar os comandados de Gilson Kleina no hotel que abrigou a delegação horas antes de enfrentar o Ceará, jogo no qual o time levantou o troféu da Série B do Brasileiro.

“Sou torcedor desde criança e me orgulho de ter vestido essa camisa. Fiz também muitos bons amigos no Palmeiras. O Oberdan, o Jair da Rosa Pinto, o Rodrigues são alguns deles, mas o melhor foi o Lima. Ele me ajudou, me deu banho várias vezes quando estava com a perna quebrada. Era uma ótima pessoa. Hoje, tenho dois netos gêmeos que jogam futebol muito bem, mas preferiram lutar judô. É uma pena”, comentou Aquiles na ocasião.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade