Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Apesar de oferta do Napoli, Kleina pede Henrique focado no Palmeiras

Bruno Landi, especial para a GE.net São Paulo (SP)

Atual vice-campeão italiano, o Napoli tenta a contratação do zagueiro Henrique por empréstimo de um ano, com opção de compra ao fim do vínculo. O clube europeu já enviou a proposta ao Palmeiras, que analisa os prós e contras de uma possível negociação. Mesmo com seu futuro indefinido, o defensor participou da vitória por 2 a 0 sobre o Comercial, na última quinta-feira, e também estará em campo no duelo diante do Atlético Sorocaba, neste domingo, às 17 horas (de Brasília), fora de casa. Com isto, o técnico Gilson Kleina pede que Henrique não perca o foco no Alviverde.

Nesta sexta-feira, após o treinamento realizado na Academia de Futebol, o comandante alviverde revelou que teve uma conversa com o zagueiro antes do jogo contra o Comercial, e que o defensor garantiu não estar desconcentrado pela oferta do Napoli.

Divulgação
Capitão Henrique pode deixar o Palmeiras rumo ao Napoli, da Itália
“Só pedi para ele estar focado no jogo, porque toda proposta mexe com o jogador. Se você perde um atleta importante, prejudica a equipe. Não conversamos sobre a parte financeira, porque isso cabe a ele e ao clube decidirem. Eles precisam ver o que é bom para todos e isso tem de ser transparente. Não sei os números. Ele disse que estava concentrado e fico feliz que esteja à disposição para domingo. Queremos que todos representem bem essa camisa”, disse Kleina.

O clube italiano confia que os recentes atritos entre Henrique e a diretoria alviverde ajudem em uma possível concretização da transferência. O Verdão devia aproximadamente R$ 1 milhão ao jogador, valor referente a luvas, desde a sua contratação junto ao Barcelona, em 2012. O valor só foi pago na semana passada. Apesar disto, o zagueiro já afirmou publicamente que pretende continuar no Palmeiras durante o ano do centenário.

“Sei que a dívida foi quitada. Não sei se o Henrique entrou em litígio com o clube. Tinha uma pendência, mas quitou. Acho espetacular (a atitude dele de querer ficar). É nosso capitão e nossa referência. Ele passou a queda e jogou a Série B, por isso pegou muito mais moral”, finalizou Kleina, elogiando o capitão do atual campeão da segunda divisão nacional.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade