Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Após acordo com Nissan, Vasco busca nova marca para estampar camisa

Rio de Janeiro (SP)

Depois de anunciar o rompimento do contrato com o Vasco por meio de comunicado divulgado em dezembro, a Nissan já não faz mais parte dos planos do Cruz-maltino. O clube já teria chegado a acordo com a ex-patrocinadora para finalizar o vínculo em comum acordo.

O objetivo dos dirigentes do Vasco seria receber alguma compensação financeira, já que a decisão de romper a relação foi da empresa. No final do último ano, a Nissan alegou que a violência da torcida do Vasco no jogo contra o Atlético-PR, na última rodada do Campeonato Brasileiro passado, vai de encontro aos seus valores.

A rescisão com a ex-parceira culmina em prejuízo de cerca de R$ 21 milhões aos cofres vascaínos e o time agora tem três espaços vagos na camisa: as costas, a manga e a barra. Para diminuir o prejuízo, a diretoria cruz-maltina já corre atrás de um novo patrocinador.

O fim do vínculo, portanto, está próximo de acontecer. Assim, o time entrou em campo no último sábado para enfrentar o Boavista sem estampar a marca da montadora japonesa, que também não aparece mais no site oficial do clube.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade