Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Após inferioridade na partida, jogadores do Santos comemoram empate

Do correspondente Diego Diegues Santos (SP)

Empate com sabor de vitória. Essa foi a sensação para os jogadores do Santos, depois da igualdade na partida diante do Audax, pela segunda rodada do Campeonato Paulista, nesta noite de terça-feira. A equipe comandada por Oswaldo de Oliveira sofreu muito ao longo de todo o jogo, e o gol marcado pelo zagueiro Jubal aos 42 minutos foi muito comemorado pelos atletas santistas.

Desfalcados de Edu Dracena, Arouca, Léo, Cícero, Montillo, Leandro Damião, entre outros, o Santos foi envolvido com a troca de passes do Audax. O time de Osasco desperdiçou diversas oportunidades no segundo tempo, podendo ter ampliado o placar. Ainda no campo, o meia

Rafinha, uma dos destaques da partida disse que o resultado foi injusto. “Pela partida que jogamos aqui não merecíamos o empate. Jogamos muito bem, mas o futebol é assim mesmo”, ressaltou.

Se por um lado o Audax lamenta, por outro os jogadores do Santos comemoram. “"A equipe deles foi bem melhor que a nossa na posse de bola, no toque. Mas com esforço, felizmente, nós conseguimos o empate. Não tem gosto de vitória, mas ameniza um pouco", afirmou o goleiro Aranha.

Autor do gol salvador, o zagueiro Jubal também comemorou o empate tardio. “"Ficou de bom tamanho. Foi muito difícil a partida, o Audax tem um estilo de jogo diferente e não conseguimos nos adaptar. Mas é começo de temporada, ainda temos que melhorar muito e evoluir na competição", ressaltou.

O atacante Geuvânio teve uma atuação apagada em campo, mas concordou com os seus companheiros. “O empate saiu de bom tamanho para nós, pelo que apresentou o Audax. Queira ou não, o empate foi bom para nós", disse.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade