Futebol/Mercado - ( - Atualizado )

Após sete anos, Bruno César volta e assina com o Palmeiras

São Paulo (SP)

 

Bruno César voltou ao Palmeiras após sete anos. Depois de semanas de negociações com o Al Ahli, da Arábia Saudita, o meia assinou contrato de empréstimo de um ano nesta sexta-feira, na Academia de Futebol, tornando-se uma das principais esperanças do centenário alviverde.

Com 25 anos, o jogador já vestiu a camisa palmeirense, assim como em 2007. Atuando pelo extinto Palmeiras B, Bruno César não se destacou e acabou sendo dispensado. Só foi voltar a ter visibilidade dois anos depois, no Santo André, onde chamou a atenção do Corinthians.

Bruno César ficou dois anos no Parque São Jorge, inclusive vestindo a camisa 10 durante algum tempo, e acabou indo ao Benfica. Lá, não teve muita sequência e parou no futebol do Oriente Médio. As conversas com a diretoria do Verdão aconteciam desde o fim do ano passado.

Divulgação
Dispensado pelo Palmeiras B em 2007, Bruno César voltou para ser um dos principais do centenário

Ao site oficial do clube, o novo reforço comemorou. "É um ano completamente diferente para o clube e principalmente para o jogador. Será um ano que ficará marcado para o resto da vida do clube. Então, a intenção é vir para ajudar, ganhar títulos e fazer o melhor para o Palmeiras", projetou.

Relembrando-se de sua primeira passagem pelo Palestra Itália, Bruno César revelou se sentir melhor e mais maduro. "A sensação (do retorno) é boa. Infelizmente, em 2007, eu não pude dar uma continuidade dentro do clube. Mas agora estou voltando, voltando bem melhor do que eu era antes, bem mais experiente, bem mais maduro. Então, acho que isso vai poder me ajudar bastante e ajudar também o clube". 

O armador chegou a ser cobiçado por Atlético-MG e Santos, mas sempre se manteve mais próximo do ex-clube, talvez para terminar uma missão que havia sido deixada para depois. “Esse desejo de voltar se deu porque acho que fiquei devendo um pouco. Não fui tão feliz aqui na minha primeira passagem. Agora, retornando, vou poder mostrar todo meu valor, tudo o que eu já fiz para o futebol. Fiquei devendo um pouquinho, mas agora estamos voltando, voltando para um lugar melhor e vai dar tudo certo".

Mesmo de contrato assinado, o ex-corintiano deverá demorar um pouquinho para reestrear de verde e branco, já que quase não teve tempo de realizar uma pré-temporada. Mesmo assim, a condição física não parece preocupá-lo. "Estou bem fisicamente. Venho treinando há alguns dias e acho que a questão é conversar com o preparador físico, com o Kleina, e ver o melhor momento para eu entrar e campo. Com a comissão disposta a ajudar, tudo fica bem mais fácil", finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade