Futebol/Copa Libertadores - ( - Atualizado )

Bolívar se diz focado na Libertadores e minimiza altitude de Quito

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Enquanto os reservas do Botafogo foram derrotados no fim de semana, os titulares seguiram a preparação visando a partida de ida da Pré-Libertadores, nesta quarta-feira, contra o Deportivo Quito-EQU, na altitude equatoriana. O zagueiro Bolívar ressaltou que o pensamento dos alvinegros está neste confronto desde a reapresentação da equipe.

"A equipe do Botafogo está com a cabeça no Deportivo Quito desde que se apresentou. É claro que faltando pouco para a partida, a ansiedade aumenta. O técnico Eduardo Húngaro deve passar para a gente ainda nesta segunda-feira algo sobre a equipe deles, que passou por uma mudança muito grande para este ano", disse.

Bolívar destacou que o Botafogo deve ter inteligência para não cair nos efeitos da altitude. Para isso, deve atuar de forma compacta e ter o domínio da posse de bola para não cansar.

"Temos que saber que a altitude atrapalha, mas não é o mais importante. Temos que atuar com inteligência, bem compactado e com muita posse de bola, podemos sair com um bom resultado", declarou.

O zagueiro já jogou contra o Deportivo Quito, quando estava no Internacional. Bolívar afirmou que na época, o estádio e gramado eram bons, mas lembrou que a delegação gaúcha sofreram com a pressão da torcida fora de campo.

"Quando fui com o Internacional, o gramado e a estrutura do estádio eram muito boas. A recepção do torcedor não foi assim, tanto que depois do jogo quebraram um vidro do nosso ônibus. No entanto, o Botafogo está bem preparado para realizar um grande jogo. Estamos com um entrosamento e com a parte física também em um situação legal", finalizou.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade