Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Bruno César ganha curso de inglês e joga com colegas sócios-torcedores

William Correia São Paulo (SP)

Após permitir que um sócio-torcedor da região de Itu entregasse a camisa a Lúcio, Paulo Nobre resolveu transformar a apresentação de Bruno César em evento para divulgação de ações do departamento de marketing. O meia virou membro do Avanti, jogou com quatro ‘colegas’ do plano e ainda recebeu bolsa de estudos de um dos patrocinadores na camisa palmeirense.

Antes mesmo de receber a camisa 30, o jogador emprestado pelo Al Ahli, da Arábia Saudita, recebeu um envelope simbolizando 100% de desconto em curso de inglês da Minds, empresa que pagou R$ 2 milhões para expor sua marca entre o escudo do clube e o símbolo da Adidas no centenário.

Bruno César é o primeiro agraciado desta forma. No acordo com o clube, a escola cederá bolsas a até 40 atletas do time profissional e a todos das categorias de base do Verdão. Sócios-torcedores também terão desconto, e foi só uma das ações anunciadas a favor de quem é Avanti.

A manhã desta terça-feira teve a Academia de Futebol preparada para sócios-torcedores. Escolhidos de acordo com a sua pontuação, quatro membros do Avanti foram recebidos com café da manhã especial e foram trocar passes e falar com Bruno César no principal campo da Academia de Futebol mais de uma hora antes de o meia ser apresentado à imprensa.

“Com a estratégia e a filosofia de sempre privilegiar o Avanti, o Bruno foi apresentado para quatro sócios-torcedores selecionados por milhagem, que o conheceram antes da grande mídia. Por isso dizemos: por favor, torcedor, vamos participar e ajudar o Palmeiras”, discursou Paulo Nobre.

Fernando Dantas/Gazeta Press
Meia trocou passes com sócios-torcedores antes de ser apresentado oficialmente e aderiu ao Avanti
Ao ser apresentado, Bruno César logo recebeu também uma carteira de membro do Avanti. “Como bom palmeirense que é, ele faz parte do programa de sócio-torcedor”, anunciou Nobre, que permitiu entrevista coletiva até da Ambev, uma das principais empresas que dão incentivo para sócios-torcedores.

Diante das críticas ao seu departamento de marketing, que em um ano não conseguiu nenhum patrocínio fixo para a parte frontal, as costas e as mangas da camisa, Nobre cita que o número de sócios-torcedores subiram de 9 mil para quase 35 mil em sua gestão. “Percentualmente, fomos o clube que mais cresceu em 2013. Oxalá aconteça o mesmo em 2014”, disse o presidente.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade