Futebol - ( )

Caixa de areia volta a ser usada no Corinthians e castiga jogadores

Marcos Guedes São Paulo (SP)

A chegada do preparador físico Eduardo Silva fez renascer o prestígio da caixa de areia do CT do Parque Ecológico, pouco usada pelo antecessor Fábio Mahseredjian. A maior parte dos jogadores do Corinthians fez exercícios nela na terça-feira, suando bastante no segundo dia de pré-temporada.

“Fazia alguns anos que não trabalhava ai, é um espaço que tinha ficado meio esquecido. Neste momento da temporada, para o trabalho específico que o Dudu está buscando, é algo que se encaixa bem”, afirmou o zagueiro Paulo André, que deseja um novo período de esquecimento para o equipamento.

“Durante a temporada, ela praticamente não é usada, porque a gente joga em solo mais duro. E a característica da areia é que o pé afunde. A reação muscular é diferente, é bastante cansativo. Mas é pré-temporada. Daqui a pouco, acaba”, suspirou o beque de 30 anos.

Divulgação/Agência Corinthians
O preparador físico Eduardo Silva tirou do esquecimento a caixa de areia do CT do Corinthians
Paulo André disse ter sofrido menos do que poderia nos exercícios porque fez uma espécie de preparação por conta própria em dezembro. Por causa das cirurgias de joelho a que foi submetido e de sua lentidão na recuperação de esforços musculares, ele resolveu se antecipar.

“Pelos problemas que tive, passo metade das férias descansando. Depois, faço fisioterapia e começo a me preparar. Assim, consigo ficar menos dolorido no retorno. Mas cansa bastante”, repetiu o atleta, cuja vaga de titular é cobiçada pelo vigoroso Cleber, de 23 anos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade