Futebol/Prêmio Ferenc Puskás - ( - Atualizado )

Com gol feito em 2012, Ibrahimovic vence Neymar e leva Prêmio Puskás

Zurique (Suíça)

Criado pela Federação Internacional de Futebol Associado (Fifa) em outubro de 2009, o Prêmio Ferenc Puskás elege o gol mais bonito marcado em um ano. Presente nas últimas quatro edições, tendo triunfado em 2011, o atacante Neymar tinha chance de conquistar o bicampeonato. Entretanto, em cerimônia realizada no Kongresshaus, em Zurique (Suíça), nesta terça-feira, a entidade máxima do futebol apontou o sueco Zlatan Ibrahimovic como vencedor da premiação, superando o sérvio Nemanja Matic (30,8%) e o atleta brasileiro (20,5%).

Apesar de ter sido eleito o gol mais bonito de 2013, com 48,7% dos votos o feito de Ibrahimovic aconteceu em novembro de 2012, no triunfo da Suécia por 4 a 2 sobre a Inglaterra. Além do gol vencedor do Prêmio Ferenc Puskás, que aconteceu em uma "bicicleta" de fora da área, o centroavante balançou as redes em outras três oportunidades naquele amistoso diante dos britânicos.

O Prêmio Ferenc Puskás é uma homenagem ao ex-futebolista húngaro, que nasceu em 2 de abril de 1927, em Budapeste, e morreu em sua cidade natal, em 17 de novembro de 2006, aos 79 anos. O jogador ganhou grande destaque na Copa do Mundo de 1954, quando foi eleito melhor jogador do torneio e levou seu país ao vice-campeonato da Copa do Mundo, sucumbindo por 3 a 2 diante da Alemanha na decisão. Em 1962, o então atacante do Real Madrid participou da competição pela Espanha.

Disputado de maneira inédita em 2009, o Prêmio Ferenc Puskás teve o português Cristiano Ronaldo, até então no Manchester United, como seu primeiro vencedor. Em 2010, Neymar, ainda no Santos, competiu pela primeira vez, mas acabou derrotado pelo turco Hamit Altintop. Em 2011, o atacante brasileiro conquistou o troféu, que no último ano ficou nas mãos do eslovaco Miroslav Stoch.

AFP
Atualmente no Paris Saint-Germain, Ibrahimovic ainda fez parte do time ideal apresentado pela Fifa

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade