Futebol - ( - Atualizado )

Com “sorriso diferente”, Romarinho se diverte sozinho após jornada feliz

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Após meses de críticas da torcida do Corinthians, Romarinho teve um ótimo início de temporada, quebrando um jejum de quase cinco meses e sendo decisivo na vitória por 2 a 1 sobre a Portuguesa. No dia seguinte, seguiu fiel ao seu estilo, mantendo-se longe de entrevistas e dentro de seu próprio mundo.

Como os demais titulares no triunfo de domingo, o atacante fez apenas um trabalho de recuperação e ficou sentado à beira do gramado enquanto os reservas treinavam. Sorridente e alheio à atividade no campo, entreteve-se por muito tempo com uma bola, que entre outras funções, serviu como instrumento de percussão.

Coube a Guilherme, outro que teve ótima atuação no Canindé, falar pelo camisa 31. O volante também tem dificuldade para imaginar o que passa na cabeça do companheiro, mas fez um esforço para descrever a disposição do companheiro após a jornada feliz do final de semana.

Divulgação/Agência Corinthians
Os companheiros têm dificuldade para imaginar o que passa pela cabeça de Romarinho (foto: Daniel Augusto Jr.)
“Eu tentei trazê-lo, mas é difícil ele vir aqui, hein? Ele não foi parceiro, não veio me ajudar na entrevista”, brincou o meio-campista. “Ele ficou feliz com o gol. Dá um alívio, tira um peso das costas. Tenho certeza de que virão muitos. É um grande craque, que Deus o abençoe.”

De acordo com Guilherme, Romarinho pouco conversou sobre a primeira bola que colocou na rede desde 1º de setembro. “Mas dá para ver o sorriso diferente. O grupo também ficou muito feliz por ele ter feito esse gol e ajudado a gente a sair com os três pontos do Canindé”, comentou.

Mano Menezes também ficou muito satisfeito com o desempenho do atacante. O treinador ficou com uma ótima impressão do jogador na pré-temporada, motivo pelo qual resolveu mantê-lo como titular apesar da perseguição de parte da torcida no semestre passado.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade