Futebol/Campeonato Carioca - ( - Atualizado )

Com titulares, Botafogo vence a primeira e sobe para vice-líder

Gazeta Press Rio de Janeiro (RJ)

Depois de dois empates, o Botafogo escalou a equipe titular e conseguiu a primeira vitória no Campeonato Carioca. A equipe de General Severiano derrotou o Madureira por 2 a 1, em jogo antecipado da quarta rodada e disputado na noite desta quinta-feira, em São Januário. O resultado fez o Alvinegro subir para a segunda posição, com cinco pontos ganhos em três partidas. A derrota manteve o Madureira com três pontos, na oitava colocação.

O resultado premiou o melhor desempenho da equipe comandada por Eduardo Hungaro. O estreante Jorge Wagner e o atacante Henrique marcaram os gols do Botafogo. Foi o primeiro gol assinalado por Henrique com a camisa do clube depois de 27 partidas de jejum. O Madureira só tentou reagir depois de sofrer o segundo gol, mas encontrou o goleiro Jéfferson em noite muito inspirada. Carlinhos fez o único gol do Tricolor de Conselheiro Galvão.

Na próxima rodada, o Botafogo receberá o Madureira, em São Januário. Já o Madureira terá o Macaé pela frente, em Conselheiro Galvão.

Divulgação/Botafogo F. R.
Jorge Wagner marcou de falta o gol do Botafogo em sua estreia pela equipe do Rio de Janeiro (Foto: Vitor Silva/SSPress)
O jogo -Mesmo diante de um público muito pequeno, o Botafogo começou com muita disposição e, logo aos três minutos, Edilson cobrou escanteio e Jorge Wagner cabeceou com muito perigo. A resposta do Madureira veio rápida. Gilson dominou na entrada da área e bateu forte, obrigando o goleiro Jéfferson a se esticar todo para evitar que a bola entrasse.

O time de General Severiano tinha mais posse de bola e pressionava, mas o Madureira se defendia com segurança. Aos 12 minutos, após cruzamento na área, Bolívar dominou e rolou para Lodeiro chutar com muito perigo. O lance animou a equipe alvinegra, que voltou a criar uma boa oportunidade, aos 16 minutos. O lateral direito Edilson ganhou na corrida de um marcador e chutou com violência, mas o goleiro Yan fez ótima defesa, espalmando para escanteio.

O time de Conselheiro Galvão só voltou a incomodar a defesa alvinegra, aos 24 minutos, em chute perigoso de Victor Bolt. Aos 27 minutos, o Botafogo abriu o marcador. O estreante Jorge Wagner cobrou falta e colocou a bola no canto direito de Yan, que não conseguiu fazer a defesa.

A vantagem fez o time dirigido por Eduardo Hungaro tocar mais a bola, esperando que o adversário saísse para o ataque para aproveitar os espaços. Só aos 41 minutos é que a equipe alvinegra voltou a levantar sua torcida. Jorge Wagner cruzou e Dória, livre na área, conseguiu errar a cabeçada.

O Madureira voltou para o segundo tempo disposto a mudar sua filosofia para conquistar o gol do empate, mas nem teve tempo de saber se o novo esquema iria dar certo. Logo no primeiro minuto, o lateral esquerdo Júlio César fez um cruzamento preciso na cabeça de Henrique e o atacante encobriu o goleiro Yan, marcando o segundo gol da equipe de General Severiano. Foi o primeiro gol de Henrique com a camisa do Botafogo, depois de 27 partidas. O final do jejum foi muito festejado pela torcida e pelos companheiros do atacante.

Mesmo com dois gols de desvantagem, o Madureira não desanimou e continuou tentando a marcação do seu primeiro gol. Que quase saiu, aos dez minutos, em cobrança de falta de Carlinhos, muito bem defendida por Jefferson. O Botafogo parecia acomodado com a vantagem e o adversário continuava pressionando.

Aos 18 minutos, Ryan cruzou para Tiago Barreiro, que meteu a cabeça, mas Jéfferson voltou a impedir o gol, com grande defesa. Jorge Wagner dava sinais de que estava muito cansado e o Botafogo pouco produzia ofensivamente, mesmo depois das substituições processadas por Eduardo Hungaro, que trocou Bolatti e Henrique por Sassá e Yguinho.

O Madureira continuava buscando o gol, mas o goleiro Jéfferson aparecia como destaque da partida, voltando a salvar sua equipe, aos 32 minutos, depois de um chute forte de Allan.

De tanto insistir, o Madureira acabou marcando o primeiro gol, aos 36 minutos, em chute violento de Carlinhos, que colocou a bola fora do alcance de Jefferson.

O time de Conselheiro Galvão se empolgou e criou mais duas chances para empatar. Na primeira, Jéfferson voltou a salvar e, na segunda, Bolivar evitou a conclusão de Allan.

Preocupado, o técnico Eduardo Hungaro tirou o atacante Sassá, que havia entrado minutos antes, e colocou o volante Fabiano para tentar segurar o resultado. Sassá deixou o campo muito irritado, mas o treinador alcançou seu objetivo, e o Botafogo obteve a primeira vitória em 2014.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade