Futebol/Campeonato Paulista - ( - Atualizado )

Corinthians pede compreensão com rodízio de Mano e elogia São Bernardo

William Correia São Paulo (SP)

Em sua estreia no Pacaembu na temporada, o Corinthians perdeu pela primeira vez, mas o pedido é de compreensão. Os jogadores ressaltaram a qualidade do São Bernardo, dono de uma das melhores campanhas no Paulista, e solicitaram compreensão com os testes feitos por Mano Menezes na derrota deste sábado.

“O elenco é muito qualificado, todos têm que ser testados. O Mano é muito qualificado, está implantando uma nova filosofia e, no terceiro jogo, quis fazer um rodízio. Não teve a vitória, mas não podemos culpar quem entrou. O São Bernardo estava bem postado, jogou no nosso erro, teve qualidade no contra-ataque e não conseguimos furar o bloqueio”, simplificou Ralf.

Emerson Sheik chegou a ver até pontos positivos na fraca atuação desta noite. “Com quatro jogadores diferentes, é absolutamente normal que a parte tática fique um pouco desconsertada. É a primeira vez que jogamos juntos neste ano dessa maneira. Valeu pela experiência. Infelizmente, o resultado não veio”, disse o atacante.

O discurso de Mano Menezes é de que, embora nenhum ponto tenha sido conquistado, a estratégia adotada para o terceiro jogo em 2014 foi benéfica. Apesar de não gostar da palavra “teste”, o técnico admitiu em sua entrevista coletiva que vai usar a primeira fase do Estadual para conhecer quem tem em mãos.

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Sheik considerou normais as dificuldades que o time sentiu por conta das novidades de Mano Menezes
“São formações que você precisa colocar para saber o que é consistente ou não lá na frente, para não chegar a um momento decisivo e recorrer a essas coisas. A primeira fase traz essa possibilidade. O resultado não foi bom, mas, mesmo assim, algumas coisas podem ser repetidas e outras não. É melhor pagar agora para depois poder lucrar”, avisou.

Para o clássico de quarta-feira contra o Santos, na Vila Belmiro, novas mudanças serão feitas. “Não é possível jogar todos os jogos com a mesma formação, temos que continuar treinando essa situação. Quando o prejuízo for maior dentro de campo, vamos retirar. mas vamos manter aquilo que fizemos até aqui e que deu o melhor resultado”, declarou o treinador.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade