Futebol/Homenagem - ( - Atualizado )

Corpo de Eusébio é velado no Estádio da Luz e terá cortejo em Lisboa

Lisboa (Portugal)

O maior jogador da história de Portugal terá uma despedida à altura de seus feitos em Lisboa. Morto na madrugada deste domingo, aos 71 anos, após para cardiorrespiratória, o ex-atacante do Benfica e da seleção portuguesa Eusébio receberá inúmeras homenagens antes de ser enterrado nesta segunda-feira, às 17 horas (local, 15h de Brasília), no Cemitério do Lumiar.

O corpo do português já está no Estádio da Luz, casa do Benfica, onde será velado até esta segunda, quando haverá um cortejo pelas ruas de Lisboa. Na chegada do caixão ao estádio, milhares de pessoas gritaram os nomes de Eusébio e do Benfica, além de cantarem o hino nacional de Portugal. O esquife foi coberto por uma bandeira das Águias, clube imortalizado pelas grandes atuações do Pantera Negra.

Os portões do Estádio da Luz serão abertos ao público às 13h30m (11h30m de Brasília) desta segunda-feira. Até o momento, somente familiares e amigos próximos ao craque têm acesso ao interior do local. Às 15h30 (13h30 de Brasília), o corpo passará em cortejo por várias ruas de Lisboa, até a Igreja do Seminário, onde será abençoado em missa realizada para homenagear o ex-atacante.

AFP
Coberto por uma bandeira do Benfica, o caixão que carrega o corpo de Eusébio foi muito aplaudido pelos fãs

Eusébio faleceu na madrugada deste domingo, em Lisboa, devido a uma parada cardiorrespiratória. O Pantera Negra já havia sofrido um AVC há dois anos, na Polônia. Craque do Benfica durante as décadas de 1960 e 70, ele conquistou 11 Campeonatos Portugueses e dois títulos europeus pelas Águias. O auge do ex-atacante foi na Copa do Mundo de 1966, quando se sagrou o artilheiro do Mundial ao marcar nove gols em seis jogos e liderou Portugal na campanha que resultou no terceiro lugar, a melhor posição do país na história do torneio.

Neste domingo, inúmeras homenagens ao português foram realizadas em todas as partes do planeta. Na Inglaterra, país que presenciou o ápice do ex-atacante na Copa do Mundo de 1966, algumas partidas da FA Cup, como os confrontos Liverpool x Oldham e Manchester United x Swansea, tiveram um minuto de aplausos. Além disto, a estátua feita em homenagem ao ex-jogador, na entrada do Estádio da Luz, foi tomada por dezenas de fãs ao longo da tarde.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade