Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Desfalque inglês na Copa, Walcott rejeita "correção rápida" de lesão

Londres (Inglaterra)

O atacante Theo Walcott, do Arsenal e da seleção inglesa, não aceitou a sugestão de cirurgiões e especialistas para uma “correção rápida” da lesão que sofreu no ligamento cruzado anterior do joelho esquerdo, durante o clássico contra o Tottenham, no último sábado.

Frequentemente convocado pelo técnico da seleção inglesa, Roy Hodgson, Walcott não deverá ter condições de disputar a Copa do Mundo no Brasil, marcada para junho, uma vez que o período de recuperação para este tipo de lesão varia entre seis e oito meses.

Segundo o jornal inglês The Telegraph, menos de 24 horas após a contusão, Walcott foi procurado por especialistas do mundo todo, que garantiram ser capazes de deixar o atacante apto para disputar o Mundial. O jogador, no entanto, teria descartado a possibilidade e optado por seguir o método mais seguro.

A necessidade de sair de Londres para se tratar teria sido um dos motivos que fizeram o jogador refutar o tratamento mais rápido - capaz de recuperá-lo em cerca de quatro meses.

AFP
Provável titular da Inglaterra, o atacante Theo Walcott, de 24 anos, deve perder a Copa (foto: Adrian Dennis)

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade