Futebol/Copa do Mundo - ( - Atualizado )

Dilma ignora protesto, dá pontapé inicial e inaugura Arena das Dunas

Natal (RN)

A presidenta Dilma Rousseff ficou com uma boa impressão da Arena das Dunas, estádio da cidade de Natal que vai receber a Copa do Mundo. Em evento que marcou a inauguração do complexo, Dilma, que deu o pontapé inicial simbólico, se disse “encantada”.

“Esse estádio é tão bonito quanto Natal. Ele saiu 3% abaixo do preço orçado e empregou quatro mil trabalhadores, entre eles apenados. Além de todo o legado de mobilidade, de drenagem, vamos deixar um estádio como esse. Ele não vai servir apenas para os jogos, mas é um local para convenções, exposições e grandes reuniões”, declarou.

No discurso de abertura do novíssimo estádio, a presidenta ignorou os protestos que aconteceram do lado de fora da arena desde antes de a festa começar.

“Tenho certeza de que povo brasileiro vai demonstrar, além da paixão, uma capacidade de receber bem os visitantes. Aqui em Natal jogarão oito seleções – entre elas o Uruguai e a Itália, campeões mundiais. Temos muito o que apresentar em termos de desenvolvimento, distribuição de renda e melhorias para o nosso povo”, completou.

Divulgação
Dilma Rousseff deu o pontapé inicial simbólico da Arena das Dunas, inaugurada nesta quarta-feira, em Natal
A Arena das Dunas é a primeira obra a ser concluída após a Copa das Confederações. Até agora, sete dos doze estádios da Copa estão prontos. Além do inaugurado hoje, Maracanã, no Rio de Janeiro, Mané Garrincha (em Brasília), Castelão, Fortaleza, Arena Pernambuco, em Recife, Fonte Nova, em Salvador e Mineirão, em Belo Horizonte já estão prontos para receberem seus jogos.

Natal sediará quatro partidas durante a Copa do Mundo: México x Camarões, no dia 13 de junho, Gana x Estados Unidos, no dia 16 de junho, Japão x Grécia, no dia 19 de junho, Itália x Uruguai, no dia 24.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade