Futebol - ( - Atualizado )

Direção corintiana descarta mudanças drásticas e diz acreditar no grupo

Marcos Guedes São Paulo (SP)

Terminado o treinamento do Corinthians de quinta-feira, o técnico Mano Menezes conversou por mais de 20 minutos com o gerente de futebol Edu Gaspar e o coordenador técnico Alessandro. Eles deixaram o gramado, e Edu apareceu para conceder entrevista quase 40 minutos mais tarde.

De acordo com o dirigente, nada houve de muito anormal. Nenhuma atitude drástica foi tomada após a derrota por 5 a 1 para o Santos, na última quarta, e a diretoria manifestou a sua confiança no trabalho da Mano e na qualidade do elenco, que começou mal a temporada 2014.

“Foram conversas do nosso cotidiano, do nosso dia a dia, para a melhoria em todos os sentidos. Fico feliz por um lado, porque estamos com um diálogo e uma comunicação muito bacanas. Mudanças ficam para a parte técnica. À diretoria cabe registrar o alerta de que esse resultado não tem nada a ver com o elenco que temos”, disse Edu.

Esse bom nível visto no grupo foi algo repetido pelo gerente ao longo de toda a sua entrevista. “Continuamos com essa ideia apesar do péssimo resultado que tivemos. Continuamos esperançosos de que vamos ter resultados em um prazo muito curto. Não creio que vai haver mudanças drásticas.”

Sergio Barzaghi/Gazeta Press
Mano conversou longamente com Edu e Alessandro após o treinamento do Corinthians
De qualquer maneira, Edu sabe bem a pressão em torno do Corinthians, um clube que defende desde garoto. Uma goleada como a sofrida na Vila Belmiro costuma tornar o trabalho complicado, motivo pelo qual ele está ansioso para o clássico contra o Palmeiras, no próximo dia 16.

“É a hora de ter jogos importantes para mostrar a força que nós temos. É a hora de reverter a imagem que ficou do jogo passado. Quanto antes tiver um jogo importante, quanto antes a gente puder fazer um grande jogo, melhor”, concluiu o dirigente alvinegro.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade