Futebol/Bastidores - ( - Atualizado )

Dirigente do Flamengo não descarta Elias: "Ainda temos esperança"

Rio de Janeiro (RJ)

Nesta sexta-feira, a diretoria do Flamengo voltou a nutrir esperanças em contar com o volante Elias para 2014. O vice de futebol rubro-negro, Wallim Vasconcellos, ainda crê num acordo com o Sporting Lisboa-POR para garantir o jogador, mas também expressou a dificuldade em chegar a um acordo que agrade ambas as partes. Caso a permanência do atleta não seja confirmada, o dirigente já estuda um “plano b”, já que o reforço do plantel para a disputa da Taça Libertadores da América é concebida como um pré-requisito na Gávea.

“Esperança a gente sempre tem, mas a negociação parou. Elias deve ter treinado hoje. Seu pai está tentando encontrar uma solução. Como ele falou, se vier para o Brasil, ficará no Flamengo. Estamos vendo se o Sporting flexibiliza sua pedida pelos direitos econômicos. Acho que semana que vem é decisiva, apesar de termos até 31 de janeiro para trazer um estrangeiro. Se não flexibilizar neste prazo, acho que as chances caem quase a zero. Espero que isso não ocorra. Não podemos ficar muito tempo esperando. Se entendermos que ele não ficará, temos de trazer um do mesmo quilate. Não podemos perder em qualidade. Estamos estudando um eventual plano b”, ressaltou o dirigente, em entrevista à Rádio Brasil.

Adiante, Wallim aproveitou para expor a busca por atletas do setor ofensivo, após a saída do centroavante Marcelo Moreno, e comentou o caso que envolve o volante Luiz Antônio. O jovem jogador entrou na justiça contra o Flamengo, requerendo vencimentos atrasados e propondo a quebra do seu contrato, que dura até 2016: “Nossa prioridade é o setor de meio-campo, mas ainda temos a situação do Luiz Antônio. Dia 15 está marcada uma audiência na Justiça. Estamos dando atenção a esse setor, selecionando jogadores para trazer, mas também precisamos reforçar o ataque. O Marcelo Moreno saiu, então, temos de trazer pelo menos dois atacantes. Em 2013 tivemos um ano difícil, mas montamos um time base e teremos agora de ter um elenco para o Carioca e Libertadores”, sintetizou.

Com contrato com o Sporting até 2016, Elias manifestou o desejo de retornar ao Flamengo, mas esbarra nos valores pedidos pela diretoria lisboeta. O presidente do clube, Bruno de Carvalho, pede R$ 27 milhões de reais por metade dos direitos econômicos do volante. Porém, o valor está fora da realidade rubro-negra, que pretende pagar metade do montante. Entretanto, a contraproposta não agrada aos lusos.

Publicidade

Publicidade


Publicidade


Publicidade


Publicidade

Publicidade